Artigos

Como driblar a desmotivação no trabalho?

Comodriblaradesmotivacaonotrabalho-20150804121344.jpg
 
03/08/2015 - De acordo com uma pesquisa feita pela SERAP – consultoria organizacional de São Paulo, 75% dos participantes disseram estar menos motivados hoje do que estavam anteriormente e 60% disseram que só fazem o mínimo para manter o emprego. O que fazer então? Qual a solução para essa situação que é um dos maiores problemas a serem administrados pelos gestores nas empresas?

Desmotivação é a consequência de uma necessidade insatisfeita do indivíduo.

Algo que ele deseja, mas não tem. E isso lhe causa um grande incômodo, uma pressão que chamamos de desmotivação. Por isso, o importante não é driblar a desmotivação, porque mesmo driblada ela continuará lá fazendo pressão sobre a pessoa e, mais cedo ou mais tarde, voltará a pressionar e a desmotivação continuará.

Não para driblar, mas para superar essa situação só existe uma solução: descobrir qual a necessidade insatisfeita que está pressionando a pessoa naquele momento e levando a essa falta de motivação e realizar ações que possam suprir essa necessidade. Por exemplo: se o problema da desmotivação é causado por um salário baixo, que não permite que a pessoa atenda a suas necessidades básicas e as da sua família, ele precisa fazer algo para que possa ganhar mais. Se isso não é possível na sua função deve tentar mudar de função. Talvez para isso ele deva adquirir novas habilidades ou conhecimentos através de estudo ou treinamento, explica Luiz Eduardo Gasparetto, professor de Recursos Humanos da USCS.

O que é importante é lembrar que motivá-lo é uma tarefa que não pode ser terceirizada para outra pessoa, e normalmente nesse caso o escolhido é o chefe. Nem seu chefe nem ninguém poderá realizar essa tarefa porque uma pessoa não pode motivar outra pessoa. Somente o próprio, que está passando por essa fase de desmotivação, é que poderá detectar qual a necessidade insatisfeita que o está pressionando e tomar medidas para satisfazê-la.

Para saber mais sobre o assunto, converse com a nossa fonte.

Cida Bucater - Professora de diversos cursos de especialização em Recursos Humanos e Administração na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), Estácio e Unifae.

Administradora, com especialização em Especialização em RH e MBA em Tecnologia da Educação na FAAP e Master em EAD. Há mais de 15 anos como Sócia-Diretora da Bucater & Associados - Consultoria e Treinamento, atuando em projetos de consultoria, de análise de potencial, ministrando treinamentos e palestras, nas áreas comportamentais e administrativas.

Luiz Eduardo Gasparetto - Professor de diversos cursos de especialização em Recursos Humanos e Administração na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), Estácio e Unifae.

Formado em Propaganda e Marketing pela Escola Superior de Propaganda de SP e em Direito pela PUC – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É Diretor da SERAP - Consultoria em Desenvolvimento Organizacional. Foi coordenador de cursos da ABTG – Associação Brasileira da Indústria Gráfica, responsável pela criação e implantação da Escola de Aprendizes Gráficos e da Escola de Jornaleiros da Editora Abril.
Fonte: segs.com.br