Artigos

Descubra como empreender na faculdade junto com colegas de classe

Descubracomoempreendernafaculdadejuntocomcolegasdeclasse-20151116120709.jpg
 
 
06/11/2015 - Educadores recomendam que alunos que se juntam na faculdade para empreender busquem trabalhar em área semelhante ao curso

A troca de conhecimento e cultura que acontece dentro do ambiente universitário entre professores e alunos muitas vezes se estende para fora dos limites da sala de aula, principalmente quando os estudantes compartilham ideias que os levam a empreender juntos. Isso pode ser muito positivo, uma vez que se está colocando em prática tudo aquilo que se estuda. No entanto, deve haver também um cuidado para não deixar o curso de lado.

Educadores recomendam que alunos empreendedores trabalhem na mesma área do curso

Segundo a cientista social Renata Gomes, o ideal nos casos de colegas de faculdade que se juntam para abrir um negócio é não fugir muito da área de atuação do curso que estão fazendo, até porque assim eles conseguem aproveitar a prática do trabalho nas aulas.

"Quanto mais próximo for o empreendimento do curso que está sendo realizado, melhor, pois assim um pode contribuir com o outro, complementando e aprofundando o aprendizado. De toda forma, a universidade é um locus privilegiado para o desenvolvimento de práticas coletivas que materializam objetivos comuns, o que só credencia o empreendimento entre estudantes", analisa a pesquisadora.

Universitários que empreendem devem organizar bem seus horários do dia a dia
Pedro Chieppe, estudante da Fucap e sócio da empresa Apecs Partners, conta um pouco do negócio e fala da importância do aluno organizar bem a sua rotina para conseguir conciliar a faculdade com o trabalho, sem que nenhum dos dois seja prejudicado.

"A oportunidade de empreender veio há dois anos quando dois dos meus amigos de faculdade fundaram a Apecs, que é a empresa que eu sou sócio. A gente surgiu com uma ideia embrionária, como toda empresa feita por jovens iniciantes. Nós sempre almejamos ser uma empresa com investimentos na compra de outras empresas de economia real", relembra o profissional.

"É importante, contudo, planejar bem o seu cronograma diário, pois tanto a faculdade quanto o trabalho consomem muito tempo. Por eu me dedico muito ao negócio o qual eu faço parte, já que sempre foi um sonho meu empreender, preciso ser muito organizado em relação aos meus horários para que não haja choques com a faculdade que possam, por ventura, atrasar a minha formação", conclui o universitário.

por Fabrício Mainenti
Fonte: preparadopravaler.com.br