Artigos

Engenharia de Automação e Controle é a profissão do futuro 

EngenhariadeAutomacaoeControleeaprofissaodofuturo-20160304120029.jpg
 
 

03/03/2016 - De uma junção inteligente e estratégica de partes de outras engenharias, como a mecânica, elétrica, eletrônica e da computação, surgiu a Engenharia de Controle e Automação. Essa moderna profissão tem como objetivo a criação e aperfeiçoamento de sistemas automáticos de controle que podem englobar desde a linha de produção de uma indústria, até biomedicina e agricultura.

Existe a premissa de que a Engenharia de Automação surgiu para substituir o labor humano pela máquina. Não é verdade”, explica Renato Giacomini, coordenador do curso na FEI. “O objetivo dessa especialização é criar novas tecnologias para melhorar e facilitar os processos de trabalho, o que gera novos tipos de emprego e aperfeiçoa muitos outros”.

Diante dessa realidade, a oferta de cursos de Engenharia de Automação e Controle tem aumentado, mas, ainda assim, são poucas universidades que oferecem a modalidade, o que ainda não atende a demanda de mercado. O curso oferece todas as disciplinas das áreas de mecânica, eletrônica, computação e produção necessárias a uma formação sólida para atuação competente no setor produtivo e acadêmico.

Assim como nas melhores universidades do mundo, a formação dada pelos cursos brasileiros é construída a partir da excelência no ensino e pesquisas das áreas mais convencionais da engenharia.

Onde estudar

No estado de São Paulo, em avaliação feita pelo ENADE em 2015, o curso de Engenharia de Automação e Controle do Centro Universitário FEI foi classificado com nota máxima, sendo a única instituição do Estado a conquistar média 5. A graduação na FEI é também a melhor do país dentre as instituições privadas e está entre as cinco melhores, incluindo as escolas públicas de todo o país. Para quem quiser estudar em outros estados, algumas universidades federais também oferecem cursos de ecxelência.

Mercado de Trabalho

No ambiente recessivo em que nos encontramos no momento, é fundamental para as empresas atingir maior produtividade, para competir em melhores condições, sem ter que investir em novos empreendimentos , como novas fábricas. Esse aumento de produtividade pode ser alcançado através do uso da automação de do melhor controle das plantas industriais.

Empresas de grande porte e, como consequência, toda a cadeia produtiva relacionada a essas indústrias demandam mão de obra especializada. Tal demanda abrange as modalidades de engenharia mais ligadas à ampliação dos meios de produção, principalmente no que se refere à modernização desses processos, matéria da Engenharia de Automação.

É de se esperar, diante desse novo quadro, que o egresso do curso venha a ocupar posições nas áreas de: Projeto de máquinas e equipamentos industriais de alta tecnologia; Projeto e aplicação de sistemas mecatrônicos; Projeto de sistemas automotivos (controle de motores, freios-ABS e suspensão ativa); Projeto e desenvolvimento de robôs para aplicações domésticas e industriais; Coordenação da automação de processos industriais e Gestão industrial.

Fonte: Portal Segs / Adaptado por CeluloseOnline

Fonte: Celulose Online - Ribeirão Preto/SP

Notícia publicada no Portal www.cmconsultoria.com.br