Artigos

Escolas usam aplicativo que mostra desempenho escolar de estudantes 

Escolasusamaplicativoquemostradesempenhoescolardeestudantes-20160601114119.jpg
 

30/05/2016 - Unidades municipais em Tietê (SP) e Boituva (SP) adotaram a tecnologia.

Aplicativo disponibiliza notas, atividades e frequência escolar aos pais.

Um aplicativo no celular tem auxiliado pais de alunos das escolas municipais de Tietê (SP) e Boituva (SP) a saberem o desempenho dos filhos na escola, além de serem informados pelos professores sobre as atividades escolares, presença ou ausência do estudante e as notas. O aplicativo “Radar Escolar” está sendo disponibilizado gratuitamente pelas Secretarias de Educação e tem como objetivo facilitar o acompanhamento da vida escolar dos estudantes.

De acordo com a secretária de educação de Tietê, Maria Teresa Ribeiro Rodrigues, a ferramenta permite que os professores informem aos pais sobre tudo o que acontece na sala de aula de forma rápida e ágil. “Eles vão ter acesso às notas dos filhos, ao rendimento escolar, além de outras informações sobre saúde e acompanhamento de agenda”, explica.

Ainda segundo a secretária, o investimento na ferramenta virtual é de R$ 80 mil por ano. Para os professores, o retorno tem sido satisfatório. “O aplicativo facilitou e tirou todo o trabalho de papelada com relatórios e recados. Agora é tudo colocado no aplicativo, como nota, relatório de aluno e recado para os pais”, conta a professora Juliana Aparecida Infante.

Segundo Sandra Novaes Franzini Sutilo, diretora de uma escola municipal em Tietê, a ferramenta ainda permite com que os professores também sejam acompanhados. "Dentro do aplicativo tenho a possibilidade de visualizar a situação de cada classe e ver os alunos que estão indo bem e os que não estão tendo bom rendimento. Então, se uma sala está com muitos alunos com dificuldade, eu tenho que refletir sobre o que está acontecendo e pensar se será necessário mudar as estratégias de aprendizado. Esse vai ser o foco para que eu possa estar auxiliando o professor para que ele possa reverter a situação na sala de aula”, afirma.

Boituva
Em Boituva (SP), o aplicativo já é usado há três anos. De acordo com o secretário de educação Celso Fernando Iversen, a ferramenta apresentou bons resultados desde sua implantação.

“Temos um resultado significativo das avaliações e com certeza essa ferramenta contribuiu muito. Vamos ver futuramente a possibilidade de trabalharmos em conjunto com o Conselho Tutelar e com as promotorias. Vai ser uma ligação de setores à educação”, ressalta.

Desde o ano passado Patrícia Pimenta Bandetini acompanha pelo aplicativo as atividades da filha, de 12 anos, em Boituva. Para ela, o resultado foi positivo. “Você pode acessar em qualquer lugar. Então é rápido e fácil. Mas não substitui a presença do pai na escola. Ele é uma ferramenta para auxiliar, mas o pai tem que ir às reuniões e acompanhar o filho de perto”, afirma.

Fonte: Do G1 Itapetininga e Região

Portal www.cmconsultoria.com.br