Artigos

Parceria entre entidades deve ampliar programas de incentivo à inovação

Parceria-entre-entidades-deve--20161214120756.jpg
14/12/2016 - Sebrae e Anprotec ampliarão programas conjuntos de fortalecimento ao empreendedorismo inovador em 2017

A atuação conjunta do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com a Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos de Tecnologias Avançadas (Anprotec) em programas de fortalecimento do empreendedorismo inovador será ampliada em 2017. O objetivo é fortalecer as parcerias entre atores do mesmo ecossistema, para superar momentos de crise e estimular a inovação com sustentabilidade.

Essa parceria histórica tem contribuído para que o ecossistema se tornasse mais profissional e para que pudéssemos avançar na resolução de gargalos regulatórios e burocráticos marcantes no setor, avalia a diretora técnica do Sebrae, Heloisa Menezes. A força do empreendedorismo inovador para alavancar o potencial brasileiro deve ser o motivador de iniciativas como essas de apoio à inovação e ao desenvolvimento tecnológico nas micro e pequenas empresas brasileiras, ressaltou.

Programas como o de Promoção da Economia Criativa, em parceria com a Samsung, o Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne), o Unianprotec e o projeto Incubação e Aceleração de Impacto estão na lista dos que devem ser ampliados para garantir o fortalecimento do ecossistema de empreendedorismo inovador brasileiro. [São ações] que devem ser ampliadas para melhorarmos o cenário das incubadoras e das startups, explicou a superintendente executiva da Anprotec, Sheila Oliveira Pires.

Melhores em Inovação

A ampliação dos programas foi anunciada durante a cerimônia da 20ª edição do Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador, que reconhece incubadoras, parques tecnológicos e empresas graduadas e incubadas que mais se destacaram durante o ano. O estado Santa Catarina foi o grande vencedor em duas categorias: Incubadora de empresas orientada para a geração e uso intenso de tecnologias (PIT), e Incubadora de empresas orientada para o desenvolvimento local e setorial (DLS).

Santa Catarina recebeu diversos prêmios não por acaso, eles investiram fortemente no fortalecimento do empreendedorismo inovador no Brasil, os atores todos falam a mesma língua e agem em prol do mesmo objetivo. Queremos que esse espírito alcance todo o Brasil para termos um ecossistema nacional cada vez mais forte, afirmou Heloisa Menezes.

A lista completa dos vencedores nas seis categorias do prêmio pode ser conferida neste link.

Agência Gestão CT&I/ABIPTI, com informações da Agência Sebrae de Notícias

Fonte: jornaldaciencia.org.br

Fonte secundária: CM

Imagem: finep.gov.br/Google