Artigos

Professor: como fazer com que os alunos entendam a importância de aprender

Professorcomofazercomqueosalunosentendamaimportanciadeaprender-20150924110616.jpg

 
 
23/09/2015 - Veja como você pode agir dentro de sala de aula para que a turma dedique-se cada vez mais

Fonte: Shutterstock

Fazer com que os alunos valorizem o aprendizado é uma tarefa difícil que exige dos professores muitos esforços para conseguir atingir esse patamar com suas turmas. Para que você consiga implementar essa ideia na mente dos seus alunos, confira as dicas a seguir: 

1 – Encoraje o estudo
É importante que você faça com que os alunos tentem sempre melhorar e testar a si mesmos. Algumas formas que você pode ajudar seus alunos são: pedir para que falem sobre o conteúdo em voz alta, para eles mesmos ou focando ensinar os colegas, ou criar jogos nos quais consigam demonstram o quanto absorveram do conteúdo aprendido.

2 – Signifique os conteúdos
À medida que você for ensinando os alunos novos conteúdos, tente relacioná-los a situações cotidianas, para facilitar o entendimento. Quanto mais eles sentirem que há um significado por trás do que estão aprendendo, mais valorizarão as aulas e as atividades que você pedir para que façam.

3 - Não incentive a memorização
É importante que você faça com que seus alunos sempre se preocupem mais em entender do que memorizar os conteúdos ensinados em aula. Dessa forma, provavelmente o rendimento deles melhorará, já que conseguirão entender de fato o que você está ensinando.

4 – Incentive a solução de problemas
O ambiente acadêmico propicia muitas situações em que os alunos precisam solucionar problemas. Por isso, é importante que você mostre a eles formas de pensar para resolver os mais variados tipos de empecilhos e incentivá-los a ser criativos para tal.

5 – Dê exercícios constantes para os alunos
É essencial que você estabeleça uma lógica de que as atividades não têm somente a finalidade de avaliar. Discuta com a sua turma a importância de, por meio de tarefas menores, entender o progresso de cada um dos alunos, além de poder identificar quais os pontos que ainda devem ser aprimorados. Assim, aplique atividades constantes, mas não faça com que todas valham nota, necessariamente.
Fonte: Universia Brasil