PBH autoriza 100% dos alunos nas aulas presenciais e simplifica protocolos

Por Prefeitura de Belo Horizonte

A Prefeitura de Belo Horizonte publicará nesta quarta-feira, dia 6, uma série de portarias no Diário Oficial do Município revisando os protocolos de funcionamento de escolas, do comércio de rua, shoppings e galerias, academias e clubes, salões de beleza, entre outras atividades econômicas.

No caso das escolas, a medida irá possibilitar a ocupação de 100% das turmas presencialmente, desde que obedecido o distanciamento entre alunos de turmas distintas e demais regras.

O Município também flexibilizará regras que permitirão aos estabelecimentos ampliar sua capacidade de público.

A mudança para comércio e serviços entra em vigor na própria quarta-feira. Já para as escolas, os protocolos atualizados começarão a valer a partir do próximo dia 18.

Esses avanços são resultado da estabilidade no indicadores epidemiológicos e assistenciais. Nesta terça-feira, a taxa de transmissão por infectado está em 1,03; a ocupação de leitos UTI Covid está em 42,4% e Enfermaria Covid 33,3%. As adequações foram construídas de maneira segura, a partir do diálogo permanente com os representantes de diferentes segmentos e validadas pela Vigilância Sanitária do Município.


Principais alterações a partir desta quarta-feira, dia 6/10:

Regras Gerais

Padronização e aumento de capacidade de pessoas nos estabelecimentos, unificando limitação a uma pessoa a cada 4m². Atualmente é permitido no interior das lojas de comércio varejista, no máximo uma pessoa a cada 7m² de área total.

Redução do distanciamento mínimo entre pessoas para 1m², aos invés dos atuais 2m², mantido o uso de máscara.

Retirada da obrigatoriedade do uso de face shield em diversas situações, mantendo apenas para situações com maior risco de contaminação. Para os demais casos, fica mantido apenas o uso de máscara.

Comércio, shoppings, galerias de loja e shoppings populares

Junção de todas as regras para o comércio em um único protocolo, incluindo shoppings e galerias de lojas.

Retirada das regras que proibiam o contato físico de clientes com peças do estoque e apenas uma pessoa adulta por carrinho ou cesto de compras.

Retirada da aferição de temperatura nesses estabelecimentos.

Cabeleireiros e clínicas de estética

Junção e simplificação dos protocolos de cabeleireiros e clínica de estética, com permissão de uso da sala de espera, desde que respeitadas as regras de distanciamento.

Academias, centros de condicionamento físico e clubes de lazer

Retirada da aferição de temperatura em academias.

Retirada das restrições a práticas de atividades coletivas, mantendo apenas a obrigatoriedade de uso de máscara.

Retirada do parâmetro de número de pessoas por raia durante treinamento em piscinas, mantendo apenas a regra de distanciamento mínimo de 2m entre pessoas na piscina, já que estarão sem máscara.

Museus

Simplificação de regras, entre elas:

Ocupação de uma pessoa a cada 4m², em vez dos atuais 5m².

Distanciamento mínimo entre pessoas para 1m², em vez dos atuais 2m².

Principais alterações para escolas, a partir de 18 de outubro

Será permitida a ocupação de 100% das turmas presencialmente. Cada turma passa a ser uma bolha, que deverá manter o distanciamento com os alunos das demais salas.

Permissão de uso de ar condicionado, com padronização de regras.

Permissão para uso da sala de professores, respeitando-se as regras de distanciamento de 1m entre as pessoas.

Permissão para realização de eventos escolares, respeitando as regras estabelecidas em protocolos para eventos semelhantes.

Retirada das regras que proibiam as atividades desportivas de contato e a escovação de dentes.

Liberação dos parquinhos, atualmente restrito às crianças de 3 a 8 anos, para as demais idades.

Retirada da obrigatoriedade de quarentena para os livros devolvidos à biblioteca.

Retirada da obrigatoriedade de horário fixo por turma para uso do banheiro.